lundi 30 avril 2012

EXPERIÊNCIA COM A OFICINA DE MÍDIAS

Olá queridos!
Quero compartilhar com vocês um pouco da minha experiência com a oficina de mídias, este projeto de intervenção, seu objetivo não era o de ensinar mídias as crianças, mas sim de apropriar-se das ferramentas midiáticas em nossos planejamentos pedagógicos ou mesmo em nossas avaliações.
Este momento do vídeo tinha o propósito de avaliar/saber o que as crianças aprenderam ou melhor como elas se percebem após as vivências do plano de intervenção de expressão corporal.






samedi 28 avril 2012

Oficina de docência parte II


A proposta das oficinas de docência no inicio, era para que elaborássemos projetos de intervenção a partir das vivencias construídas no contexto das oficinas, e que fossem desenvolvidos em nosso ambiente de trabalho ou em grupo não formal.
Portanto planejei realizar um projeto, da oficina de expressão corporal em meu local de trabalho. Não demorou muito para que eu percebesse o quanto seria complicado colocar em prática o projeto. A partir dessa problematização decidi desenvolve-lo em outro grupo já apresentado neste blog.
Em 2011, na condição de participante da equipe da CIPA, seguindo o calendário anual, a equipe precisava promover a semana SIPAT.
Trata-se de uma semana voltada para prevenção de acidentes, com palestras e outras atividades. Foi nesta ocasião que me apropriei do projeto elaborado, mas tive que realizar algumas adaptações,  que as intervenções não seriam feitas diretamente por mim como professora, porém todo o planejamento das ações foi pensado a promoverem os objetivos esperados.
O objetivo era de desenvolver nos trabalhadores/colaboradores uma consciência critica sobre o “cuidar de si, e o cuidar do outro”. Através de atividades diversificadas, que valorizasse a cultura corporal, relacionando com as nossas experiências e nossas relações com o mundo.
A semana alcançou o objetivo, pois possibilitou momentos de grande alegria, criatividade, ludicidade, expressividade e grandes reflexões.
Cada dia tinha um conteúdo diferenciado: palestras, dinâmicas, oficinas, apresentações culturais, realmente inesquecíveis.
Estou compartilhando este momento com vocês, pois ele mostra como o conhecimento adquirido neste curso pode influenciar em nossas vidas.



Reflexão sobre espaço de trabalho!

Goal! La gioia dell'altro portiere
Geomangio

Ola Dagma, meus pensamentos são diferentes dos seus! 
 que escola ótima, com espaços diferenciados!
Observe a foto! Antes do aluno te ouvir, ja esta estipulado as regras, as metas, as linhas marcadas no chão!
Os alunos não criam, eles repetem o que foi estabelecido por organizações internacionais, eles aprendem a obedecer e não a criar!
As crianças não sabem criar novas regras , mas unicamente seguir as regras, que são constantemente repetidas pelos veículos de comunicação de massa!
os hábitos são instituídos!repetidos! instruídos! MAS NUNCA CONSTRUÍDOS!

Observe, ninguém leva em conta a Ergonomia,(veja aqui bolas diferenciadas para futebol, e pensar em adaptar o material para as crianças se torna caro $$! nas licitações governamentais) as quadras esportivas são para adultos, embora quem as utilize sejam as crianças!
As medidas e regras para adultos também contribuem para a exclusão dos alunos que tem um ritmo de aprendizagem menor!
Mas, não se ensinou em nosso currículo,  existem aparelhos em quase todas as modalidades adaptadas as crianças! não só equipamento, mas também as traves, as tabelas de basquete, os aparelhos de ginastica e bolas para faixas atarias etc.

As crianças devem criar seus espaços e esta escola promove esta sua mobilizacao! 
o agir diferente, o ser diferente!
o pensar diferente.

Vejo muito mais coisas implicadas neste seu local de trabalho que se mostra diferente do local dos seus colegas!
Pois com anterioridade, uma quadra esportiva já mobiliza uma previsão de que a aula sera, e envolvera unicamente esportes, nada contra que seja o esporte! eu amo jogar e joguei varias modalidades esportivas.
Mas eis a sua chance de mudar! 
 De conversar com as crianças, que sempre repetimos o mundo dos adultos, o mundo das instituições esportivas que nos fazem obedecer! o que tem de bom, o que tem de ruim! boa conversa com as crianças! 

Sera possível criar livremente ou não, ser autor de modos de agir diferentes ou nao! 





mardi 24 avril 2012

O estagio e seus desafios




O momento que estamos vivenciando neste período do estágio vem cercado de muitas dúvidas, tensões, surpresas, alegrias e angústias. O Fascículo de Estágio Supervisionado II página 81, vem abordando todas essas sensações que ocorrem no momento de inserção do estagiário na escola. 



Portanto neste período uma imensidão de emoções me invade, é sempre difícil defini-los, logo que se modificam a todo o momento.
Cada experiência vivida, cada ação desenvolvida uma emoção diferente, tem momentos de alegria, medo, insegurança, solidão, enfim como vem citando o Fascículo de Estágio, trata-se um turbilhão de emoções.Sinceramente foi assim que me senti, ao chegar à escola escolhida por mim, com  muita reflexão.


Quando me depararei com este corredor extenso e naquele momento vazio, o meu pensamento naquele instante parava nas seguintes questões: dentro destas salas tem dezenas de crianças e o que ensinar a elas?

Existia um plano de ensino a ser desenvolvida, a escolha de conteúdos, os planejamentos, metodologia, objetivos e avaliação, enfim....

Trata-se de uma escola que não possui quadra de esportes, apenas um campo gramado pequeno, e um pátio não muito amplo, fato este que dificulta as aulas de EF, principalmente quando está chovendo.
Portanto é notável que vá ser um desafio o estágio nesta escola, em todas minhas idas e vindas à escola, senti que as portas ainda não estão totalmente abertas para que eu possa entrar e dar vida ao protagonismo que o Fascículo de Estágio enfatiza: " Interessamos-nos por movimentos de formação que confiram a vocês, alunos estagiários, o protagonismo de práticas criativas na escola." 

Sendo assim fico com a citação de Manoel de Barros (2006, p.15), Acreditamos “[...] que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem com barômetros etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produz em nós”.
Neste momento de formação profissional existem sim grandes desafios que não podemos mensurar, mas o encantamento nos faz seguir em frente, as experiências compartilhadas, e as perspectivas de construirmos uma Educação Física diferenciada nos guiará ao que foi pensado.









lundi 23 avril 2012

Mudança ou nao

Observem as diferenças :


Em VV, as opções não existem!

Planejar para depois avaliar

No sistema MACRO, encontramos na Educação o PCN, e em cada EstadoMunicípio encontramos as Diretrizes.
No sistema MICRO alem do planejamento da Escola deveremos encontrar o do professor.
Os objetivos Conceituais, procedimentais e atitudinais , creio que estão ligados a J. Dellors.
E tendo em vista o séc. XXI deveremos provocar os alunos para:
aprender a viver juntos, aprender a ser, aprender a conhecer e aprender a fazer.


Quanto aos conteúdos, todo o conhecimento tem sua faceta pratica, social e histórica.(não vamos esquecer a econômica e politica)

A nossa área profissional tem seus pilares de sustentação : lazer, esporte, saúde e cultura do movimento.


Deste ponto surgem as perguntas: 
O que ensinar, quando ensinar, como ensinar e  principalmente como, quando, para que e o que avaliar ....
estou no aguardo da sua postagem.

mardi 17 avril 2012

Oficina de docência e seus resultados. Parte I

 Quero compartilhar com todos alguns momentos vivenciados a partir do projeto de intervenção.  Este projeto partiu da experiência com a oficina de docência de Expressão Corporal no SAC IV, onde foi possível realizar uma experiência maravilhosa com a professora Fernanda Simone Lopes de Paiva e demais colegas. Sem dúvidas a oficina nos proporcionou maior criatividade e reflexão, principalmente sobre cada um individualmente.  
O projeto foi desenvolvido em um grupo não formal, conhecido por muitos em nossa cidade, trata-se do Clube de Desbravadores Pioneiro dos Alpes.
 O objetivo geral do projeto era de confrontar os alunos com a cultura corporal, possibilitando perspectivas que permitam a vivência de novas experiências sobre o "cuidar de si e cuidar do outro".
Portanto foram analisados os seguintes temas: Exploração de si pelo próprio corpo, o cuidado com o outro através da higiene pessoal e coletiva, alimentação saudável e questões ambientais como a reciclagem do lixo.

video

Refletindo sobre está vivência, posso dizer que foi positiva, foi maravilhosa a experiência de estar com as crianças todas as semanas e poder observar nossas relações com o mundo, onde se configura o que chamamos de criatividade, expressividade e ludicidade.
Todavia vale ressaltar pontos que se fizeram negativos, neste caso a avaliação, logo constato que os dados coletados foram registrados de forma insuficiente, fato este que me deixou um tanto frustrada, talvez pela minha pouca experiência.
De acordo com Sant’Anna (1998, p.29, 30) uma avaliação é:

[...] Um processo pelo qual se procura identificar, aferir, investigar e analisar as modificações do comportamento e rendimento do aluno, do educador, do sistema, confirmando se a construção do conhecimento se processou, seja este teórico (mental) ou prático.  (SANT’ANNA, 1998, p.29-30).

Está reflexão/ critica, sobre o processo das nossas intervenções, principalmente agora no estágio, é primordial para a construção das nossas praticas pedagógicas, além de abrir novas possibilidades de aprendizagem e de desenvolvimento.


Amigos!  Até breve.....


NECESSÁRIO ENTENDER!!!!

clicar na imagem para ampliar
Os planejamentos foram aceitos, mas eu não fiquei satisfeita! Eu acredito que nao houve um maior entendimento sobre os objetivos...

Na disciplina de Didática todos exercitaram os antigos Objetivos Gerais (longo e médio prazo) e específicos (mais imediatos)!

Estudaram também que os objetivos poderiam ser : cognitivos, afetivos e psicomotores...

No estagio pedem outros objetivos: procedimentais, conceituais e atitudinais (bem brasileiro este ultimo, quando compete a nos, professores, dar um entendimento dos aspectos sociais necessários a uma boa convivência entre nossos alunos).

Na imagem que acompanha esta postagem, vocês encontram outros nomes, factuais (o real da aprendizagem) e metacognitivos (o refletir sobre o que aprendeu).
No fim da imagem, encontram os verbos que devem ser pensados antes de serem utilizados...
O que desejo repassar a todos é  sobre uma evolução que acontece para com estes planejamentos e que todos estejam atualizados!
Observem e reflitam! os seus alunos recebem a aula ou eles atuam na sua aula...!!!! pergunto.

dimanche 15 avril 2012

propostas curriculares - sul e sudeste


Ontem li as propostas curriculares oferecidas no material didático da disciplina Esportes coletivos.
Li efetivamente a do RG Sul, SP, PR, SC mas a de MG o site não abriu.

As que realmente são mais atuais, sem ordem de preferencia:
SP, PR e RS

Deixo aqui os pontos interessantes, sem focar p item Esporte, que sera teor de uma outra postagem. Em relação ao escrito por todos vocês, na entrega do planejamento, estamos sem grandes mudancas, estamos presos aos hábitos. Muita repetição enfim!

Seguem os pontos que me chamaram mais a atenção:

RGS: Praticas corporais de Natureza, Expressividade e cultura popular, Memoria cultural, Sociedade e a estética dos corpos, a violência no esporte, a influencia da mídia.
Os saberes conceituais (muito bem organizados) se dividem em aprendizagem da técnica e a critica.
Os saberes corporais falam da pratica!
Exemplos de competências e conteúdos: Deve ser considerado uma competência do aluno saber aquecer, alongar antes dos exercícios, e perante esta competência encontramos o Conteúdo sobre Flexibilidade, alongamentos, compreensão do sistema cardiorrespiratório.

PR: O conhecimento do corpo, a ludicidade, a saúde envolvendo conhecimentos nutricionais, lesões esportivas, e o dopping. Quanto ao Trabalho oferecer subsídios aos alunos para distinguir o que sera considerado Profissional e amador perante o esporte.
A Desportivizacao com os Eventos que se programam, A técnica e a tática em esportes, o Lazer e a Diversidade, a influencia da mídia e a Filosofia das Lutas para o conhecimento dos alunos.

SP: Conhecimentos sobre o Corpo, envolvendo a saúde e as exigências de beleza nos dias de hoje. as informações contemporâneas sobre Games e a virtualização do corpo, a Mídia, também encontro sobre o trabalho e o lazer.

Achei a do RJ muito simples e voltada  para as habilidades motoras, jogos populares e fundamentos do esporte, o que significa ser uma proposta comum.
E pergunto, vocês leram o material antes de planejar ou nao.

mardi 10 avril 2012

NOSSA TRAJETÓRIA COMO ALUNOS EAD

No fundo do baú...

 Pessoas!

Olha que maravilha! Encontrei bem lá no fundo do baú. Como é bom rever estes momentos tão significantes para nossa formação acadêmica.
Ao observar estas imagens se torna impossível não refletir sobre nossa trajetória como alunos EAD. 
Revendo o antes, o agora, e porque não o futuro?

 Quanta evolução, crescemos em tantas coisas, construímos uma linguagem acadêmica, obtivemos um grande avanço midiático, o blog é uma prova disso, fazemos parte de um processo de sistematização da nossa escrita, tem colegas do grupo que tiveram até publicações de seus trabalhos no Fascículo de Estagio Supervisionado 2, o que é uma grande honra.
Todos esses acontecimentos contradizem com o texto apresentado pela revista Caros Amigos, publicado em outubro de 2011, o texto vem enfatizando que:
O Ensino a distância- Rebaixa a qualidade da Educação no País.  este assunto foi cenário de grandes debates em diversas entidades educacionais presenciais e a distância, onde cada um  tem sua própria opinião, baseadas em suas experiências.

E você o que acha do ensino a distância?  Será que a autonomia do aluno pode ser um diferencial na qualidade dos cursos a distância?

Um ótimo tema para debatermos, mas enquanto isso que tal matarmos a saudade com mais algumas fotos dos nossos encontros no SACs.


Pessoal onde está o Léo rsrsrs.

Até breve....




Feedback para aluna 4 - sou toda ouvidos!

Foi uma ótima postagem Dagma! meus sinceros parabéns!
Você iniciou muito bem suas postagens, principalmente porque o objetivo aqui, em ambiente informal,
é o enfrentar novas situações, com autonomia, iniciativa própria, escrever sobre você mesma e suas convicções e pensamentos. E  este ato de pensar sobre o que você esta pensando envolve a metacognição! A EaD ë assim, estamos todos sentados, mas ninguém nos vê! estamos todos atentos, mas muitos desconfiam, estamos todos aprendendo mas muitos não acreditam!
O grupo evoluiu, todos sofreram metamorfoses! O blog incentiva a buscar o seu próprio aprendizado e mobiliza seus colegas através dos comentários. Este ë um exemplo de bom vírus! de uma propagação benéfica!

vendredi 6 avril 2012

COMPARTILHANDO UM POUCO DE MIM

OLÁ!

Sabem, criança quando ganha um brinquedo e fica emocionada?  Pois bem, é assim que me sinto agora, claro que também bate aquele medo, sabe aquela ansiedade? Com certeza o Jean, o Jorge e o Ronildo, compreendem o que estou sentindo neste momento.
De qualquer forma é um grande prazer, fazer parte deste espaço onde podemos compartilhar de maneira formal e informal, nossas vivências pessoais e também a nossa trajetória como alunos EAD.
Meu nome é Dágma, sou mãe de dois filhos que justificam todas as minhas lutas e conquistas, além de filhos eles são meus melhores amigos, sempre me incentivando a seguir em frente nessa caminhada.
Ser professora sempre me encheu os olhos e o coração, quando criança, e na pré-adolescência essa era a profissão tão sonhada, mas a vida acabou me levando para outro caminho, caminho este que significa muito para mim.
Em 2005 me formei em curso técnico de enfermagem e a partir daí comecei a trabalhar na área hospitalar, trata-se de um ambiente onde se convive com um conjunto de emoções e sentimentos, onde a dor e a alegria se fazem presentes a todo o momento.
 Minha carreira profissional nesta área se constrói de maneira reflexiva e critica, não penso apenas em exercer ações de cuidado e técnicas de enfermagem ao paciente, mas em questionar sempre o porquê de tantas doenças, ocasionadas por uma péssima qualidade de vida, o porquê de uma política de saúde que oferece tão pouco ou nada ao cidadão em se tratando de profilaxia.


Esse é um dos motivos de estar matriculada neste curso de Educação Física em Licenciatura, acredito na Educação e nas suas consequências.
Sabemos que a Educação Física se encontra em todos os espaços sociais, não podemos deixar de compreender a escola como uma instituição legitima da Educação.
Como observou Calegari (2011, pg. 25).

" [...] Desse modo, é indispensável admitir que a escola, como qualquer outra instituição social, é um lócus de abrigo e produção de saberes, sentidos e significados produzidos no e pelo corpo." 

Portanto penso a Educação Física como um componente curricular que pode construir e reconstruir os valores dos indivíduos.


Valeu pessoal, um pouco da minha história, aguardem novas postagens.

dimanche 1 avril 2012

Apresentação 4

A responsável neste mês de Abril sera a nossa aluna Dagma Zahn.
A sua forma de escrever sempre se fez sensível. Sabemos das suas lutas como mulher e mãe.

Estou orgulhosa de apresentar a todos os colegas e visitantes a Dagma.

Feedback para aluno 3 - R. Stieg

Foi muito bom saber da sua responsabilidade em atualizar o blog. Não entendi como você postou o seu filme em meu canal do youtube, desta forma fico a acreditar que o seu canal youtube não funciona e sera necessário implementar este setor!
 Você sempre foi um dos poucos alunos a tomar iniciativas em diferentes ferramentas da web2.0
Outro fato que se faz necessário -Aprender as tags!!!
Deixo aqui, os exemplos que a sua curiosidade e livre iniciativa conseguiu, parabéns mais uma vez.

Finalizo a sua etapa de editoração e deixo marcado uma conversa via chat da plataforma onde sera necessário explicar a classificação de TAGS e repor os seus videos em seu canal youtube, ok.